sábado, 20 de outubro de 2012

Incredible India



Este é o slogan do turismo da Índia, o que na minha opinião é perfeito! É perfeito porque o adjectivo "incrível" adequa-se como uma luva à Índia, pois é algo que não se pode acreditar! E isto descreve integralmente este país.
Foram 15 dias inesquecíveis e muito intensos. Ao longo desta viagem tive os meus sentidos sempre em alerta total.
A visão está sempre atenta a tudo o que te rodeia, entre imagens de extrema beleza como de horror/nojo. Os cheiros são igualmente intensos e estás constantemente a ser bombardeada com cheiros nauseabundos misturados com odores de incenso. O paladar está constantemente a ser testado, com todas as especiarias e condimentos. Os sons tornam-se ensurdecedores e caótico. O calor e a humidade é tanta que a tua pele também está permanentemente em choque com o calor tropical, já para não falar das vezes que és tocada pelos indianos. São litros de suor temperado de repelente contra os mosquitos.
Foi um mix de sentidos constantemente ao rubro, que nos consegue levar à exaustão. Mas no final o saldo é positivo, pois sobrevivemos a este ataque dos sentidos.
Visitámos o norte da Índia, terminando a viagem em Goa. Andámos de avião, comboio, autocarros gelados (!!), rickshaws e claro, como não podia faltar, o nosso meio de transporte de eleição, tuk-tuk.
E assim, fizemos um bons quilómetros.

O roteiro da nossa viagem foi o seguinte:
dia 1 - chegada a Nova Delhi
dia 2 - visita a Delhi
dia 3 - voo para Varanasi
dia 4 - visita a Varanasi e comboio para Agra (14h)
dia 5 - Agra
dia 6 - visita a Taj Mahal e autocarro para Jaipur (5h)
dia 7 - visita a Jaipur
dia 8 - Jaipur e autocarro para Jodhpur (6h)
dia 9 - Jodhpur
dia 10 - Jodhpur
dia 11 - voo para Goa
dia 12 - Goa
dia 13 - Goa
dia 14 - Goa
dia 15 - Regresso a Portugal

Os últimos dias em Goa foram os mais surpreendentes e prazerosos, pois aqui encontramos uma Índia completamente diferente, onde pudemos relaxar (mas não muito) e aprofundar um pouco da nossa história, elevando o nosso ego patriótico.
Ao fim e ao cabo foi tudo incrível e por isso as palavras com que descrevo este país são Incrível e Intenso!