quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

FELIZ ANO 2009


O Natal já passou, agora só falta a úlitma festa do ano, que é mesmo a passagem do ano para 2009! Deposito alguma esperança neste novo ano, pois espero que seja um ano com um pouco mais de sorte para o meu lado, com muita alegria, muitas viagens e que acabem as tristezas. Desejo também que seja um ano fantástico para todos em especial, para os meus familiares e amigos.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

FELIZ NATAL

Sei que a frase "Feliz Natal" é a que mais se tem ouvido nas ultimas semanas, mas realmente esta época apela mesmo a isso. Apesar de muitas vezes se dizer da boca para fora, acredito que todos, mesmos os mais desconhecidos, sinceramente pensam e desejam aquilo que estão a dizer ao outro, apesar de não o conhecerem de lado nenhum.
No entanto, para mim, foi mesmo dificil proferir estas palavras no hospital esta semana, para alguém a quem o natal ia ser passado no hospital, na esperança e expectativa dilacerante de ver um sorriso ou de ouvir uma palavra do seu ser mais amado e que por isso, ia ser tudo menos feliz. Tive que pensar duas vezes, ou mesmo um infinito número de vezes, se havia de o dizer ou não, até que finalmente o disse e tive mesmo a consciência de que quando o disse estava a ser sincera. Por isso, chego à conclusão, que existem palavras e frases que realmente têm muita importância e apesar de terem um significado positiva, por vezes podem-se tornar como espetos a ferir a nossa pele ou pior a nossa digindade.
Mas apesar disto tudo, desejo a todos um FELIZ NATAL da melhor forma possivel, porque vou tentar fazer o mesmo.

domingo, 7 de dezembro de 2008

O novo hobbie

Não tardou muito para me meter noutro curso. É verdade! Mas desta vez em nada tem haver com enfermagem. É algo que queria fazer há já algum tempo, mas ainda não tinha surgido a oportunidade. E agora foi a altura ideal, com mais tempo livre e tal (em relação há 1 ano atrás). Então, inscrevi-me num curso de Pintura. Sempre gostei muito de pinturas e arte e tive sempre este desejo.
Já tive a 1ª aula e foi fantástica. Ainda não iniciei as pinturas, propriamente ditas, mas já fiz alguns esboços, e que não estão nada maus! Agora todas as semanas vou ter aulas durante o tempo que eu quiser. Vamos ver então quanto tempo é que dura! Mas até agora estou a gostar muito!

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Blindness



Ontem fui ver o filme "Ensaio sobre a Cegueira" dirigido por Fernando Meirelles, baseado na obra de Saramago. Li o livro há já alguns anos e adorei e estava bastante expectante quanto à adaptação do livro para película cinematográfica, mas o resultado foi surpreendentemente positivo. O que mais me lembro do livro, foi o que senti na altura, a emoção que ele transmitiu e tal como no livro, o realizador conseguiu transpor toda essa emoção, para o ecrã. É extraordinário!
O que mais gosto no livro e que é bem visível no filme é a critica da condição humana e como nos comportámos perante as crises e o diferente. O filme reporta sobre a degradação da sociedade, os limites do ser humano, a falta de moralidade e o desespero atordoante. É muito profundo e faz-nos pensar.
Acho que pela primeira vez, não fiquei desiludida com adapatação de um livro para filme, o que acontece na maioria das vezes. Por isso, se alguém já leu o livro e está hesitante em ver o filme, o meu conselho é, vão ver o filme, porque vão-se surpreender pela positiva.

domingo, 30 de novembro de 2008

Mais um concerto



É verdade...mais um concerto! Mas desta vez não foi preciso ir a Lisboa ou ao Porto, ou a outro sítio qualquer. Sim, foi cá em Coimbra.
Pela 3ª vez assisti ao concerto do Sean Riley & The Slowriders. Banda de Coimbra com estilo folk e country, que já tinha visto há alguns anos atrás, no concerto dos Violent Femmes, e que na altura, me despertou algum interesse pela originalidade das musicas. E passados estes anos, já ganharam nome e estão numa digressão pelo país.
O concerto realizou-se no tagv e foi um concerto num estilo tranquilo, descomprometido e divertido ao mesmo tempo. Digamos que trata-se de 3 rapazes bastante talentosos, onde brilha a voz e a riqueza de instrumentos. Gostei muito do concerto e espero ir voltar a vê-los algures.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Cut Copy



Amanhã à noite vou assisitir ao concerto de uma banda australiana fantástica no Lux em Lisboa. Promete ser uma noite em grande ao som da sua musica electrónica e indie rock. O concerto está esgotado, o que quer dizer que têm mais fãs do que julgava.
Para quem apenas conhece o seu ultimo album - In Ghost Colours - confesso que a minha expectativa é enorme. Mas tenho a certeza que vou dançar imenso e vou curtir bué o concerto. E é mesmo isso que estou a precisar, porque nestes ultimos dias tem sido apenas trabalhar, trabalhar e trabalhar. Nada melhor que um concerto de musica para nos espevitar e revitalizar, não acham?!

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Novos vícios



Então não é que dou comigo viciada num jogo de computador. É verdade! Mas digamos que não é um jogo qualquer... pois trata-se de um jogo de estratégia, ou seja, é nada mais, nada menos que o grandioso...Travian. Pronto, ok, talvez não seja tão grandioso assim.
Sinto-me uma criança novamente, mas agora que começei e me entusiasmei, já não há nada a fazer! Estou constantemente de volta daquilo, a aumentar a minha aldeia, a ver quem posso atacar, ou então, a arranjar estratégias defensivas quando me atacam. É uma curte... coisas das novas tecnologias. Bem ,agora já sabem, quando não estou a trabalhar, estou a jogar Travian. LOL...

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

It´s Halloween

O dia de hoje traz-me velhas recordações da minha infância. Era sempre um dia tão esperado por mim e pela minha irmã, assim como por todas as outras crianças. Neste dia, na escola, era uma festa. Passávamos o dia a cortar abóboras e a coleccionar o maior número de guloseimas possível. Quando chegava à noite, disfarçávamo-nos, juntávamo-nos com um grupo de amigos e lá íamos nós de porta em porta pelas ruas a pedir "Trick or Treat". Recitávamos uma lenga-lenga assim
"Trick or Treat
Smell my feet
Give me something
Good to eat".
Era super divertido. Depois pelo meio havia sempre alguma guerra de ovos em que tinhamos que andar a fugir para não nos cair um ovo em cima... E as guloseimas eram fantásticas!!!
Está claro que tudo isto se passou, não cá em Portugal, mas sim no Canadá, onde passei toda a minha infância. Lá sim, o Halloween é uma tradição muito aguardada por todas as crianças e adultos e preparada com todo o rigor.
Aqui em Portugal, não faz muito sentido festejar este dia, pois não faz parte da tradição, no entanto, mais uma vez, esqueçemo-nos das nossas tradições e importámos outras que nada têm haver com a nossa cultura.
No entanto, confesso que recordo este dia com saudade...

sábado, 25 de outubro de 2008

Latada 2008

Mais uma latada em Coimbra, ou seja, aquela festividade onde todos nós trabalhadores aproveitámos para recordar os bons velhos tempos em que éramos uns caloiritos envergonhados e calados, obedecendo a tudo o que nos era ordenado e onde todos os dias era uma festa. Pois é...para mim foram bons velhos tempos, mas já lá vai algum tempo, no entanto, faz sempre bem recordar e brindar essas recordações com uma noite no queimódromo com muita música e alguns adjuvantes...
Hoje vai ser a noite para mim, com musica de Sérgio Godinho, Da Weasel e a conhecida Estudantina Universitária de Coimbra. Digamos que a noite, como sempre, promete!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Antuérpia, Bruges e Amesterdão

Antuérpia, Bruges e Amesterdão foram as cidades escolhidas para estas férias. Palmilhámos os Países Baixos quase de norte a sul, ou melhor de oeste a este. Aterrámos em Bruxelas e quando possível apanhámos o comboio para Antuérpia, a cidade dos diamantes. Não se revelou grande cidade, no entanto, há que louvá-la pela sua história.

Percorremos a cidade toda, praticamente, num dia, andando pelas ruas e suas praças...

E claro, não podiamos deixar de ir visitar a casa do mestre P. P. Rubens.

No dia seguinte, depois de ponderármos, resolvemos ir visitar Bruges, e ainda bem porque valeu mesmo a pena. Passámos horas na cidade a passear e a conhecer o que melhor tem.
Aqui também bastou 1 dia para conhecer a cidade, então fomos a correr para a tão aguardada Amesterdão.
Chegámos lá de noite, então foi só no dia seguinte que começámos a perscutar a cidade. Andámos pelas ruas e os canais, com as suas esplanadas fantásticas e apetecíveis.
Vimos as casas flutuantes dos canais. Incríveis! Intriga-me como conseguem viver naquela espécie de contentores.
Vimos os coffeshops...
Ah...e também fomos aos museus, claro! O Rijksmuseum, Van Gogh Museum e a casa de Anne Frank. Extraordinário!
E ainda tivémos tempo para apreciar a vida relaxante destes europeus que parece que andam sempre tão descontraídos e contentes. E questiono-me «Porque será?»
Bem, foram umas férias excepcionais e aconselho vivamente a visita a esta cidade tão singular.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

De volta

Pois é amiguinhos leitores, estou de volta...a Coimbra, ao trabalho, ao computador, a tudo! As férias foram fantásticas. Adorei Amesterdão e tudo o que faz parte dela.
O regresso até agora tem corrido bem. Até soube bem voltar, no entanto, ainda vêm à memória imagens recentes da viagem e da cidade como os canais, as ruas e o modo de vida, assim como algumas cenas vividas lá nas férias. Neste momento ainda tudo me faz recordar algo que se passou nas férias, causando alguma nostalgia.
Mas voltei em força e pronta para continuar as provas difíceis da vida. As fotos da viagem terão que ficar para a próxima porque ainda não as reuni todas, mas fica prometido...

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Brevemente...



Brevemente, estarei de férias. Hmmmm...Faltam apenas alguns dias para partir para os países baixos, nomeadamente, bruxelas, antuérpia e amesterdão. Estou já em contagem decrescente para essa tão aguardada viagem.
Viajar para mim é sinónimo de passear, conhecer, aprender, apreender, etc...Tudo palavras interessantes e simpáticas. E para mais, esta viagem para Amesterdão, já há muito que a quero fazer e surgiu agora essa oportunidade. Espero aproveitar a cidade e tudo o que ela contém ao máximo.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Mamma Mia!

Finalmente fui ao cinema... e Mamma Mia foi o filme eleito. Um filme que vale a pena ver, nem que seja pela sua boa disposição, que é contagiante ao longo de todo o filme. Confesso que é um pouco estranho ver a Meryl Streep e o Pierce Brosnan a cantarem mas sem dúvida que desempenharam um bom papel. Na minha opinião, ela melhor que ele, mas ambos fantásticos. O cenário é espectacular, com as ilhas gregas a servirem de fundo e as músicas dos Abba a abrilhantarem o resto. Aconselho...

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Ano lectivo 2008/2009

Coimbra volta a ressuscitar, para o bem de todos! A cidade começa a fervilhar de pessoas, de actividades culturais e de vida nocturna. E como ela, parece que também nós, voltámos à vida. Definitivamente esta cidade, vive em função dos estudantes e da vida estudantil. Sem eles, ela não passa de uma cidade esquecida, inanimada e deserta.
Mas, agora que começou o ano lectivo, nós e a ciddae, já podemos iniciar a nossa rotina do dia-a-dia. Eu, agora que já não tenho a especialidade, parece que me sobra tempo, então vou aproveitar para fazer todas as coisas que gosto e que não tive tempo para fazer durante o ano. Isto é, aquelas coisas banais da vida, que o ser humano se regoziga em fazer, como a leitura, ir ao cinema, passear pela cidade, rever amigos que já não via à algum tempo e sair à noite. Basicamente, viver mais um ano lectivo em Coimbra!

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Encurralada


Cá estou eu, de volta à minha vida de sempre, ao trabalho e à rotina do dia-a-dia. Bastou meia dúzia de semanas para me entediar novamente com esta vida. Não percebo porque me sinto assim. Há meses atràs escreveia que me sentia desenquadrada, pois bem, agora para além de desenquadrada, sinto-me também encurralada nesta vida. Sinto que não pertenço aqui, que esta não é a vida para mim, no entanto, sinto-me presa a ela. Por mais que queira sair, parece que algo me suga para ela e não me deixa escapar. Por vezes, imagino mil e uma formas de me escapar a ela, mas algo me puxa em sentido contrário à escapadela.
No entanto, acho que finalmente consegui encontrar uma forma de sair, de me evadir e estou a tentar agarrá-la com toda a energia e força que tenho, mas receio que algo me quebre essa força e energia e me obrige mais uma vez a ficar. Veremos como correm as coisas...

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Into The Wild


Se acham que a vida é muito mais para além de dinheiro, conforto, estabilidade económica e profissional, vejam este filme, que ensina-nos e faz-nos acreditar que podemos fazer e ser mais...

"So many people live within unhappy circumstances and yet will not take the initiative to change their situation because they are conditioned to a life of security, conformity, and conservatism, all of which may appear to give one peace of mind, but in reality nothing is more dangerous to the adventurous spirit within a man than a secure future. The very basic core of a man's living spirit is his passion for adventure. The joy of life comes from our encounters with new experiences, and hence there is no greater joy than to have an endlessly changing horizon, for each day to have a new and different sun." Chris McCandless

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

O Regresso

O Regresso de férias para o trabalho tem sempre um sabor amargo. É sempre difícil reiniciar o trabalho, primeiro porque a vontade não é muita e porque regressámos novamente à vida da dor e do sofrimento. Parece que na 1ª semana andámos completamente atónitos! E assim foi o meu regresso.
Contudo, desta vez, o meu regresso de férias para além disto tudo, foi um pouco mais marcante que as outras vezes, pois recebi a triste notícia que tinha perdido uma amiguinha especial.
Na nossa profissão, conhecemos todo o tipo de pessoas que nos ensinam diversas coisas. Conhecemos pessoas que nos ensinam que a vida não é aquilo que achamos que é e que nos ajudam a olhar para ela de forma diferente. Dão-nos lições de vida, pela forma corajosa como enfrentam a dor e o sofrimento e pela forma como lutam pela vida. E com elas, acabámos por construir amizades. E neste meu regresso de férias, fiquei a saber que uma dessas pessoas partiu. Fiquei triste por ela e por saber que ficámos todos mais pobres sem a sua presença, porque tratava-se de uma pessoa muito especial e única que me ensinou muitas coisas e tenho pena de não poder lhe ter dito isto mesmo.
Amiguinha, quero que saibas, onde quer que estejas, tu és e serás sempre uma pessoa muito querida e especial e que jamais te esqueçerei. Até um dia...

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Ao volante pelo País Basco


Nestas férias, ao longo de 5 dias eu, a minha irmã e a Mafalda, agarrámos na trouxa e no carro e partimos à aventura pelo Páis Basco. Sim, a viagem foi longa e cansativa, com várias paragens, mas sem sombra de dúvida que valeu a pena. Foram 5 dias cansativos e fatigantes mas cheios de surpresas agradáveis e inesquecíveis.

Dia 1 - Chegámos a Pamplona e atracámos no nosso belo alojamento. Nada mau. Um aparatemtno só para nós com acomodações excelentes e mais importante...barato.

Dia 2 - Visitámos a cidade, que revelou-se ser bastante agradável e interessante, mas confesso que nas festas de San Firmin é que valerá a pena!! Percorremos as ruas e imaginamos a emoção e adrenalina que deverá ser com os touros à solta!!
Visitámos ainda uma aldeia fantástica não muito longe de Pamplona e que valeu pelo seu castelo medieval e que se chama Olite. No caminho de volta, tropeçámos sem querer em Tafalla, que se encontrava em festa, e que coincidentemente com Pamplona, tratava-se, segundo os populares, de um "mini San Firmin". Então, a paragem tornou-se obrigatória e infiltramo-nos na festa, como era de esperar!
Dia 3 - Visita a Bilbao e ao Museu Guggenheim. A visita a este museu, revelou-se ser uma surpresa, pois trata-se de um museu diferente de todos que já visitei. Acho que a palavra certa para este museu é...Enigmático! E claro, a sua beleza exterior é indescrítivel.
Da parte da tarde, viajámos pela costa do País Basco e tenho a dizer que foi ...fabuloso.
Dia 4 - Atrevemo-nos e fomos até à França. Visitámos as praias locais, como Biarritz e St Jean de Luz. Muito sol e calor, mas como tinhamos um longo caminho pela frente, não deu para mergulhar naquelas belas águas do cantábrico, com muita pena minha. Mas valeu pelas vistas.
Já em Espanha, no caminho para San Sebastian, parámos em duas localidades bem recônditas mas fantásticas com uma beleza inigualável - Hondarribia e Pasaia-Donibane. As imagens falam por si.




(Hondarribia)

(Pasaia-Donibane)
Finalmente, chegámos a San Sebastian, esse grande cidade. E chegámos no dia certo, pois nem de propósito, a cidade encontrava-se em festa. Que rica coincidência! Mais uma vez, pousámos a tralha na pousada e fomos explorar a cidade. Espectacular!! E claro, mais uma vez, juntámo-nos à festa!

Dia 5 - Regresso a Portugal, portanto, uma longa viagem! No entanto, pelo caminho, ainda fizémos uma perninha a Salamanca. Mais uma grande cidade. Deixámos para trás Espanha e entrámos no nosso Portugalito, que tanto gostámos, mas que todas sabemos que pode ainda ser ainda muito mais!!
Bela viagem esta pelo País Vasco. Não acham?

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Festival Paredes de Coura 2008


Mais um festival de arromba! Foram 5 dias muito bem passados a ouvir música rock'n'roll do melhor que há, com um ambiente extraordinário e com...bom tempo, apesar de ter estado um pouco chuvoso no inicio do festival, mas rapidamente o sol veio tomar rédeas da situação. Foram 5 dias a dormir pouco, a comer mal e a ignorar algumas funções fisiológicas primordiais, mas nada que não se podesse suportar. Enfim, ser festivaleiro não é fácil mas vale bem a pena, principalmente em Paredes de Coura.
Tudo neste festival valeu a pena, e os concertos que mais marcaram e que ficarão na memoria, foram os concertos dos Sex Pistols, Editors, The Mars Volta, Wraygunn e Thievery Corporation. Espectáculos que valeram por todas as noites mal dormidas, por todo o cansaço, por toda a comida gostosa não ingerida e por...mais não digo.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Próxima Paragem

Próxima paragem são as minhas, tão ansiadas e desejadas, FÉRIAS!! Férias é a palavra mais desejada nos últimos tempos, principalmente quando as perspectivas destas são irresistíveis e sedutoras, ou seja, viagens para fora, passear, festivais, praia, sol...Tudo do melhor que há nesta vida! E acima de tudo, longe do Hospital e de Coimbra.
A palavra Férias sem dúvida que é uma palavra mágica e desejável. Deriva da palavra latina feria, no plural, e que significa dias de suspensão dos trabalhos oficiais; folga; descanso, repouso...tudo palavras positivas. Quem não gosta? Pois é, mais 3 turnos e estou oficialmente de descanso e de repouso.
Então, até o meu regresso!

sexta-feira, 18 de julho de 2008

30 Anos

Já tenho 30 anos!! Nem quero acreditar! É um pouco dificil aceitar este facto, mas sei que não tenho outro remédio. E perguntam vocês "Qual é a diferença?" Tudo e nada! A grande diferença é que sei que os tenho. Fisicamente sinto-me igual, mas psicologicamente sinto-me mais pesada. Acabou-se a era dos 20, a era das idealizações, dos sonhos e das desilusões!
As pessoas tentam ser simpáticas e dizem várias afirmações do tipo, não pareces, ou então, é a melhor altura da tua vida, ou o que conta é o espirito! Pois está bem, cantam mas não me alegram! Se todos podessem escolher, aposto que ninguém queria ter 30 anos!
Para mim, ter 30 anos, socialmente, é algo de pesado (é uma idade de peso), ao qual a sociedade rege determindas "normas", ou seja, há coisas que são socialmente esperadas que tu faças e se não as fizeres és um pouco discriminada, pelo menos nas sociedades mais tradicionalistas (como a nossa). Mas eu aviso já que vou continuar a fazer o que me dá na real gana e que tradicionalmente pode não ser esperado. Afinal a piada de ter 30 anos pode residir aí!

sábado, 12 de julho de 2008

Ver para Contar

Hoje, já recuperada mas com uma dor aguda e lacerante nos gémeos, recordo o Opitmus Alive e com uma satisfação enorme, por poder contar como correu esta primeira noite daquele fantástico festival.
Chegámos cedo ao festival, mesmo a tempo da abertura das portas, sob aquele calor infernal! Nós e mais 40 mil! Finalmente entrámos por volta das 17:30 e fomos reconhecer o território e os melhores spots! Já agora aproveitar para observar as vistas!! Assistimos aos Spiritualized mas não muito convencidas, pois o que queríamos mesmo ver eram os The National. Jantámos qualquer coisa, tipo hambúrguer (aquilo era tudo menos um hambúrguer!) Ancorámos junto à grade, que separa o público e o palco, e guardámos afincadamente aquele lugar cativo como nosso. Lá começaram os nossos meninos. Para quem ainda não tinha assistido a nenhuma actuação, achámos que tinha sido fantástico e único. Cantámos (ou melhor, gritámos) todas as músicas que conhecíamos. De seguida, Gogol Bordello... Estava especialmente expectante em relação a estes e sem sombra de dúvida que superaram, e muito, as minhas expectativas. Pois esta dor de pernas devo-a a eles. Absolutamente inesquecíveis com uma energia contagiante. Fizeram a festa dentro da festa.

De seguida, vieram os The Hives que também foram uma surpresa super agradável. Pois estes 5 rapazes suecos, todos vestidos de fatinho preto, comandados por uma caricata personagem, dominaram o palco durante todo o concerto, sempre com uma euforia e pose inigualável. Se a actuação de uma banda se medisse pela quantidade de suor nas camisas dos músicos, então os The Hives tinham dado o melhor concerto da noite.


Assim que terminaram, a multidão convergiu para a frente do palco, exibindo t-shirts com estrelas vermelhas, com Che Guevara, com palavras de ordem e, enfim, com referências aos mais aguardados da noite: Rage Against The Machine. Digamos que dos 40 mil espectadores, 39 mil estavam ali para ver esta mítica banda. Assim que eles começaram a actuar fomos completamente expulsas de cena pelos "eufóricos" fãs, pois era só moch! Apesar de não ser uma das minhas bandas de eleição não posso deixar de dizer que foi interessante assistir ao concerto. Parecia a Festa do Avante, pois a ideia que ressaltava à vista era o comunismo.


Enfim, uma noite inesquecível, ou seja, era imperativo ver para contar!!

sexta-feira, 11 de julho de 2008

The End


Finalmente acabou!! Depois de uma noite de farra no Optimus Alive, hoje foi um dia memorável pois, terminei o Curso da Especialidade! A cerimónia oficial já tinha decorrido, no mês de Junho, no entanto, hoje foi a discussão do trabalho de investigação, o que faltava para dar realmente termo ao Curso. Correu tudo bem, mas estava tão tensa e anestesiada, que nem deu para saborear e avaliar o momento. Correu tudo tal qual como desejávamos e assim dou por encerrado este capítulo na minha vida...De certo que terei saudades de alguns momentos vividos mas penso que, tão depressa, não irei querer repeti-los. Agora quero apenas viver livremente e fazer tudo o que me faz feliz.
A noite de ontem já foi um bom prenúncio, pois diverti-me imenso. Os concertos foram fantásticos mas destaco Gogol Bordello e The Hives, pois foram surpreendentes. O festival estava muito bem orgnaizado, o tempo também ajudou e a companhia claro! Foi o primeiro de muitos festivais este verão!! Venham eles...

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Optimus Alive 2008!



Vem aí um grande festival e a minha oportunidade de me desforrar destes últimos árduos meses. Nos dias 10, 11 e 12 de Julho, realiza-se o Optimus Alive 2008, com um grande cartaz. Mas como os tempos estão maus, só vou poder ir um dia, e não está nada mal, porque esta brincadeira ainda me vai ficar uma dinheirama. Mas a malta também precisa de se divertir e esta vai ser a minha primeira farra depois de 15 meses de clausura!! Até que enfim, também mereço!

Então, no dia 10 de julho lá vou até Oeiras para ver os Vampire Weekend, MGMT, Cansei de Ser Sexy, The National, Gogol Bordello, The Hives e Rage Against the Machine. Estou principalmente espectante em relação aos The National, cujo o som é absolutamente fantástico e com os Range Against The Machine. No entanto, este festival vai-me ficar a saber a pouco, porque logo após os concertos tenho que vir a correr para Coimbra, pois a discussão do meu tão aclamado e laborioso, Trabalho de Investigação é no dia seguinte às 9 da manhã!!! Pois é, sacrifício mesmo até o fim! Mas eu vou conseguir!

sexta-feira, 4 de julho de 2008

4 de julho


É o dia da cidade de Coimbra, porque se comemora o dia da morte da Rainha Santa Isabel - Padroeira da cidade.
Coimbra pára, para ver a sua Rainha atravessar a ponte de Santa Clara! Exactamente como se pressupõe que D.Isabel terá feito inúmeras vezes, desde o Paço do Convento de Santa Clara!
As festas incluem vários espectáculos, exposições, feiras de gastronomia e artesanato, provas desportivas e muita animação. O seu ponto alto é a procissão solene em honra da Rainha Santa, em que o andor percorre as principais ruas da cidade entre a Igreja da Graça e o Convento de Santa Clara–a-Nova.
Isabel faleceu em Estremoz, em 4 de Julho de 1336, tendo deixado expresso em seu testamento o desejo de ser sepultada no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, no entanto, com a invasão progressiva do mosteiro de Santa-Clara-a-Velha de Coimbra pelas águas do Mondego, houve necessidade de construir um mosteiro novo (Santa-Clara-a-Nova) no séc. XVII, para onde se procedeu à transladação da Rainha Santa e, onde ainda se econtra.
Estas festas contam ainda com um fogo de artificio fenomenal que vale a pena assistir, com Coimbra e toda a sua história, como pano de fundo.

terça-feira, 1 de julho de 2008

Desenquadrada



Alguma vez se sentiram desenquadrados algures? Ou sentiram alguma vez que não pertenciam àquele lugar ou grupo, por não terem nada em comum com as pessoas que vos rodeiam nem com a forma como pensam? Pois...ultimamente tenho-me sentido assim. Desenquadrada! Não sei porquê ou melhor acho que sei, mas não quero dizer.

Parece que o meu tempo neste sítio acabou e tenho que seguir rumo para outro lado para conhecer outras coisas e outras pessoas. Arrumar as malas e seguir viagem. Gostava que fosse assim tão fácil. Deixar tudo para trás e partir. Acho que se não o conseguir fazer não vou conseguir ser feliz. Por isso, nos próximos tempos, vou ganhar coragem e decidir-me por me enquadrar noutro lado, só preciso ainda saber onde! Aceito sugestões!...

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Sr. Coelho na TVI


Grande figurão Sr. Coelho! Mais uma vez, o ícone do Bar da AAC, esteve em grande! Foi à TVI elucidar aqueles grandes letrados acerca da sua inédita campanha "Coelho ao Tacho" e da sua afamada candidatura a Belém em 1990, embora fracassada! Foi uma pena, pois talvez o país precisasse de pessoas mais genuínas e humildes como este senhor! Talvez haja por aí outro Sr. Coelho, que possa ensinar algumas coisas aos nossos políticos!

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Adeus Euro 2008!

Pronto, acabou-se! Lá se foi a nossa alegria e entusiasmo das últimas semanas. O nosso orgulho!...Paciência! Podiamos ter tido um pouco mais de sorte e de pontaria, pois "o que conta são os golos e não a exibição". Agora há que guardar religiosamente as bandeiras e os cachecóis para uma próxima vez. Quando será? Sem Scolari, vamos ver o que vai acontecer à nossa querida selecção.
Mas não desanimem porque...Rapazes, vocês são os maiores e que ninguém diga o contrário! Viva a selecção!

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Só neste país

Unamo-nos
Nós somos os famosos anónimos
Mesmo assim já comprimos os mínimos
Somos todos únicos
Que mais vão querer de nós
P'ra provar quem vai à frente
Ou fica atrás
Se é por
Ir estabelecer um novo record
Cumprimos o guinnes ao preço que for
E fica o assunto num lugar
E sem espumantes, às vezes dá p'ro banquete
Ou apenas sandes
Sempre
Complicamos a coisa mais simples
E simplificamos a complicada
Sai em rajada o tiro pela colatra
Às vezes mata, às vezes ressureição
Foi de raspão
Só neste país
É que se diz:
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país
São muitos séculos em mor-premonição
A transitar entre o granizo e a combustão
E um qualquer hino para qualquer situação
Pessimista, optmista...
(e vai abaixo e vai acima
pessimista, optimista...)
...e agora a rima
Portugal é nosso p'ro bem e p'ro mal
E o mal que está bem
E o bem que está mal
E o bem que está bem
Juro
P'lo fado
P'lo baile e p'lo Kuduro
Que este país ainda tem futuro
É verde e maduro
Como a fruta, às vezes brote
Às vezes consternação
Secou no chão
Por isso unamo-nos
Nós somos o famosos anónimos
Mesmo assim já cumprimos os mínimos
Somos todos únicos
Que mais vão querer de nós
P'ra provar quem vai à frente
Ou fica atrás...
Só neste país
É que se diz:
Só neste país
(...)
Portugal é nosso p'ro bem e p'ro mal

Letra de música Sérgio Godinho (Só neste país)

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Na recta final

Estou quase, quase, quase na recta final do meu curso! Ufa....Hoje foi o último dia, em sala de aula, pois agora só falta entregar o último portfolio, deste nucleo temático e apresentar o trabalho de investigação. Apesar do encerramento do curso ser dia 18 de junho, já começamos a despedirmo-nos uns dos outros, desejando felicidade e tudo mais...
Durante estes 15 longos meses, aturamo-nos todos uns aos outros, convivemos, desabafámos as nossas tristezas, angústias, dificuldades, vitórias, os nossos esforços e sacrifícios para conseguirmos atingir a tão desejada meta - acabar o curso. Apesar de aliviados e contentes com este terminus pressenti alguma nostalgia dos momentos vividos ao longo deste ano e três meses. E quero então desejar a todos muitas felicidades para a vida pessoal e profissional e que nos encontremos pela vida fora.
Até um dia!!...

domingo, 1 de junho de 2008

Manobras desviantes


Desde dia 30 de Junho que Portugal nem parece o mesmo país dos últimos tempos. Os portugueses perderam completamente a noção do real. Anda toda a gente numa explosão de alegria e de folia que parece que de repente este país ficou sem problemas!! Ficaram tão embebidos no espirito da cidade do rock e do euro 2008, que esqueceram-se da crise financeira, do desemprego e ahh...o aumento dos combustíveis!! Isso não interessa nada, agora!...eles até podem continuar a aumentar, duvido que alguém dê por isso ou se importe. Espero que isso não aconteça e apelo a todos que não deixem de lutar, nem baixem os braços pois temos que nos unir para ajudar este país a reerguer-se.
Claro que nos devemos divertir, afinal é o que a vida tem de bom, mas não nos podemos esqueçer do que é realmente importante. O pessoal da assembleia durante estes proximos tempos vão andar a esfregar as mãos de contentes, andando tranquilos por estarmos todos distraídinhos com estes acontecimentos!!
Correndo o risco de parecer uma revolucionária moralista confesso que estou realmente preocupada com o estado do nosso país e em como nos deixamos levar por estas manobras desviantes simplistas!

terça-feira, 27 de maio de 2008

90 anos!!...

Hoje vou reflectir acerca do que é ter 90 anos. Ontem fui à festa de aniversário da minha avó que fez precisamente 90 anos. E eu pergunto: O que significará ter 90 anos? Segundo a minha avó, é uma bênção de Deus, apesar de o dizer com alguma tristeza, pois ela queria ter todas as faculdades que tinha, nomeadamente a sua visão que a diabetes há já algum tempo venceu. Será que é uma benção ter 90 anos? Não sei, talvez seja, pois chegar à idade da minha avó e ser praticamente independente em todas as suas actividades de vida, é realmente um milagre!! Mas se não fosse assim, será que era?
Quando olho para a minha avó, penso no trajecto de vida dela e tento imagnar por tudo o que já viveu e assistiu ao longo dos tempos. Nasceu em Maio de 1918, ou seja, no inicio do século XX e por isso passou por grandes acontecimentos ao longo do século. Em termos históricos, assistiu a 5 grandes guerras: o rescaldo da I guerra mundial, a II guerra mundial, a guerra fria, guerra no vietname e finalmente a guerra no iraque; vivenciou a ditadura de Salazar no seu auge e assistiu à prepotência de outros temíveis ditadores da nossa história: Estaline, Adolf Hitler, Franco, Mussolini, Mao Tsé-tung mas ao mesmo tempo, também dos idealistas como Ghandi, Ché Guevara e Martin Luther King. Será que ela aperecbeu-se sequer deste infortúnio e fortúnio? Acho que não! Enquanto crescia e trabalhava arduamente, o mundo girava e fervilhava intensamente, com tragédias (o holocausto, a bomba atómica, chernobyl) e com grandes acontecimentos (surgimento da TV, queda do muro de Berlim, os Beatles, o nascimento da UE, a libetação de timor-leste), mas ela talvez nem sequer se tenha dado conta, pois tinha uma família numerosa para criar (14 filhos) o que lhe ocupava o tempo todo e compreende-se porquê!!
Pois é, ter 90 anos pode significar muita coisa e para mim significa ter muitos anos de vida e ter assistido a quase um século inteiro de acontecimentos, onde a soberba do Homem foi sempre maior que tudo, mas que ao final de contas em nada valeu pois tudo acaba. Espero que a minha avó consiga ainda viver uns valentes anos para poder assistir a muito mais, dando-nos o testemunho de uma mulher guerreira e vencedora ao longo destes tempos.
Parabéns avó...