terça-feira, 8 de outubro de 2013

Isle of the Dead

Vi este quadro no museu em Berlim que me impressionou bastante pelo seu mistério e obscuridade. No meio de tanto quadro foi este que eu guardei na minha memória. Trata-se de uma pintura de Arnold Bocklin.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Moinhos de Vento de Penacova


Hoje fui à descoberta dos moinhos de vento no concelho de Penacova, e mais uma vez pude constatar que temos um património cultural vasto e com imenso potencial e que nada fazemos para o enaltecer, pelo contrário, desprezámo-lo completamente. 

O Concelho de Penacova possui actualmente um dos maiores núcleos molinológicos do país, encontrando-se espalhados pelas Serras da Atalhada, Aveleira e Roxo, Gavinhos, Paradela de Lorvão e Portela da Oliveira. 

Não pude ir visitar todos mas o que verifiquei é que a maior parte dos moínhos estão abandonados ou degradados. É uma pena!

Comecei pelos moinhos de Gavinhos
Aqui existe um grande número de moinhos e alguns em estado bastante degradado, mas onde parece estar a ser efectuado um trabalho de recuperação.
O local é muito bonito, bastante alto e com uma bela paisagem em redor. 
Aqui foi também construído um monumento com a imagem do Imaculado Coração de Maria e existe também a A.A.M.L. de Gavinhos que serviu de reduto para o belo almoço. 
Segui para os moinhos da Aveleira, que se situam dentro da aldeia, são em menor número e cuja estrutura se assemelha aos outros.
De seguida, visitou-se o moinho de Roxo. Aqui apenas visualizei um, que estava em boas condições. 
Tive pena de não conseguir visitar outros moinhos, nomeadamente os da Serra da Atalhada, pois tenho ideia que serão os mais bem conservados. 
Contudo, os caminhos nem sempre estão bem assinalados e acaba-se por perder muito tempo à procura dos sitios, e por isso não deu para fazer a rota toda. Mas já deu para perceber que existe uma grande tradição molinolígica nesta região, e tenho esperança que um dia possamos cuidar melhor de todas estas heranças culturais.
Aconselho a visita...

quarta-feira, 12 de junho de 2013


quinta-feira, 25 de abril de 2013

domingo, 10 de março de 2013

Dia Internacional da Mulher


PORQUÊ O DIA 8 DE MARÇO


Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias que, nas suas 16 horas, recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher".

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Janeiro 2013